jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2019

Tocantins

Luiz Antônio Francisco Pinto, Promotor de Justiça
há 5 anos

Prezados leitores,

Falaremos hoje sobre o Estado de Tocantins, criado pela Constituição Federal de 1.988, no artigo 13 dos Atos das Disposições Constitucionais Transitórias[1], o qual tem a capital mais jovem do país, Palmas, cidade planejada e moderna.

O Estado de Tocantins tem área de 277.720.520 km², maior que Equador ou Nova Zelândia, é ainda pouco povoado se comparado a outras unidades federadas.

Há quem enxergue essa característica como um problema. No entanto, constata-se que ela é totalmente “reversível” no decorrer do tempo porque a tendência de todo o lugar é o de sempre se povoar mais tendo em conta que naturalmente a população cresce.

Se de um lato é assim, de outro, há vários pontos positivos, haja vista que o Estado é jovem, com uma sociedade eclética, eis que para ca migraram várias pessoas de muitas regiões do país.

Além disso, o Estado nasceu em uma fase em que o Brasil se desenvolveu muito em vários aspectos, como o político (transição da ditadura para a democracia), econômico e social.

Não bastando isso, aqui há uma diversidade natural e cultural enorme, pois o Tocantins é uma das poucas unidades federadas que tem no norte a Floresta Amazônica e mais ao sul o Cerrado, o que confere em um mesmo Estado climas e vegetações totalmente distintas, de riqueza incomparável e de valor imensurável;

Há também o aspecto hidrográfico, no qual temos a bacia do Rio Tocantins-Araguaia, que é a segunda maior do Brasil em produção de energia, sendo o rio Araguaia navegável em grande parte.

No que se refere à diversidade cultural, ela é imensa no Tocantins, não só por ser um Estado que recebeu e recebe maciça imigração desde sua fundação de pessoas de todos os demais Estados do Brasil, mas também por causa dos vários povos indígenas que aqui habitam, bem como pelos quilombos que aqui existem.

Juntando tudo isso, faz-se um misto de um Estado acolhedor, com potencial turístico, pronto para receber indústrias e apto a melhorar sua já consolidada agropecuária.

É esse panorama que consigo visualizar: um Estado mais rico, recebendo empresas de grande porte, explorando com prudências suas riquezas naturais, exportando para outras regiões do Brasil e mundo seus costumes e cultura, dando exemplo de proteção a comunidades indígenas e quilombolas e sendo um exportador de “comodities”.

Tocantins é uma terra de produtos tangíveis, mas também de elementos e histórias que não são palpáveis, mas com toda capacidade de provocar sentimentos. O estado novo do Brasil não poderia ser de outra forma: a mocidade traz pujança, vigor, vitalidade, fôlego para novidades e a capacidade de ser vanguardista naturalmente.

Nessa terra conheci o “Amor Perfeito”, que é o nome de um biscoito, mas também do sentimento e adjetivo daqueles que chegam e nascem ao Tocantins com o vigor e sem esmorecer.

Lembro do hino do estado que enaltece a altivez contemplando o futuro. “És o Tocantins! (...) Somos brava gente, simples, mas valente, povo consciente. Sem medo e temor”

Sou goiano de nascimento, amo minha terra, mas tomei o Tocantins como terra do coração por causa da forma calorosa que aqui fui (muito bem) recebido e pela forma e rapidez que vem se desenvolvendo a partir do trabalho dos tocantinenses de nascimento e também daqueles que colocam essa terra no coração. Fui arrebatado pelo estado onde criei laços e farei questão de perpetuar esse sentimento.

Os aqui que nascem entoam o orgulho de luta. Aqueles que vivem aqui vê “tua gente, tua alma xerente”. Aqueles que estão no Tocantins são “teu povo valente, que venceu um dia” e que sempre vencerá.

Até a próxima postagem.

Acesse e leia mais: http://www.luizantoniofp.com/


[1] Art. 13. É criado o Estado do Tocantins, pelo desmembramento da área descrita neste artigo, dando-se sua instalação no quadragésimo sexto dia após a eleição prevista no § 3º, mas não antes de 1º de janeiro de 1989.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)